É com grande pesar que escrevo sobre a morte de Fernando Almeida Soares, da Rede Globo. Tinha 29 anos, era carioca e negro,iniciou sua carrera cedoaos 5 anos e há dois anos não fazia nenhum trabalho para a Globo (Sua útima paricipação foi na novela “A Indomada” em 2002). Será que o povo negro ainda tem que ter essa maldita sina de ser vítima da violência em todos os sentidos? Será que as pessoas ainda não criaram consciência de que a arma não defende ninguém, pelo contrário, só agride? Será que uma vida vale mais do que uma briga por causa de uma namorada??? Será que as pessoas prescisam saber que este caso, além de muitos outros, poderiam ser evitados com o TOTAL DESARMAMENTO CIVIL???? Será que os deputados da bancada da arma deveriam considerar estes atos covardes, de barbárie gratuita, nas suas opiniões sobre o desarmamento civil, em vez de se importar com o dinhero que ganham por fora das industrias de armamento? Será que um dia encontraremois a paz nas ruas? Será?

Devido a alguns problemas técnicos no meu blog, não pude escrever nestes útimos dias, mas começo este post com grande alegria em saber que a final do campeonato paulista será entre São Caetano e Paulista de Jundiaí. É o prêmio para a Federação Paulista por realizar um campeonato tão desorganizado. É um prêmio para os grandes clubes: a vergonha de realizarem pífias apresentações durante o campeonato e por conseqüencia, não marcarem presença na final,com destaque negativo para o Corinhians, que apresentou uma campanha vergonhosa. É um prêmio para as torcidas organizadas, que espalham o medo nos estádios e afastam o público do futebol, e como castigo, não verão seus times disputando o título. É um prêmio para a imprensa, para que tenha uma atitude mais imparcial diante dos fatos, já que dava como certa a final entre Palmeiras e Santos. A final do campeonato Paulista de futebol é, sem sombra de dúvidas uma final surpreendente, inesperada, e mesmo assim, justa.