Notícias começam a pipocar na TV e na internet, ainda que tímidas. Mas a onda de ataques está começando a retomar a sua intensidade e espalhando pânico na cidade, não pelos atos em si, mas pelo desencontro de informações. Buscas pela internet e zapeadas pela televisão mostram pouca coisa e as informações chegam pelo boca a boca. Informações de 4 ataques a ônibus acabam de ser confirmadas pela TV e há também informações de um ataque a uma base da PM em Osasco e também houve uma informação não confirmada de um arrastão em uma faculdade. Segundo informações divulgadas pela Rede Bandeirantes de Televisão, os ataques que estão ocorrendo esta noite não tem nada a ver com os ataques do PCC, segundo os próprios membros da facção criminosa.

Sem Titulo 17/5/2006-21:46

Estou entrando na Av. Reboucas e aparentemente a situacao e tranquila e segue a normalidade.

Sem Titulo 17/5/2006-21:21

Ainda existem boatos sobre o Pcc.

Sem Titulo 17/5/2006-19:48

Espero que as coisas nao corram de maneira…

Hoje uma notícia estarreceu a cidade. Segundo o jornal Folha de São Paulo, o PCC ficou sabendo dos planos pa polícia pois comprou de um funcionário da câmara o depoimento secreto que os delegados do DEIC fizeram na CPI do tráfico de armas. Neste depoimento os delegados revelaram a intenção de isolar os líderes do PCC, pois sabiam que eles planejavam uma megarebelião no dia das mães. O Depoimento tornou-se secreto, já que os delegados descobriram que dois advogados do PCC estavam presentes na sessão. A situação é incômoda desde ontem, quando foi revelado pela imprensa que a onda de ataques e as rebeliões nas cadeias foram encerradas graças a um acordo entre as autoridades estaduais e o PCC. Depois da enorme Pizza que se viu em Brasília, do escândalo dos sanguessugas e do acordo do exército no Rio para reaver armas roubadas por traficantes, o desenrolar dos últimos acontecimentos revela o estado de anarquia que se vê hoje no Brasil.

E viva o acordão, a corrupção! O povo mais uma vez saiu derrotado.

Hoje uma notícia estarreceu a cidade. Segundo o jornal Folha de São Paulo, o PCC ficou sabendo dos planos pa polícia pois comprou de um funcionário da câmara o depoimento secreto que os delegados do DEIC fizeram na CPI do tráfico de armas. Neste depoimento os delegados revelaram a intenção de isolar os líderes do PCC, pois sabiam que eles planejavam uma megarebelião no dia das mães. O Depoimento tornou-se secreto, já que os delegados descobriram que dois advogados do PCC estavam presentes na sessão.
A situação é incômoda desde ontem, quando foi revelado pela imprensa que a onda de ataques e as rebeliões nas cadeias foram encerradas graças a um acordo entre as autoridades estaduais e o PCC. Depois da enorme Pizza que se viu em Brasília, do escândalo dos sanguessugas e do acordo do exército no Rio para reaver armas roubadas por traficantes, o desenrolar dos últimos acontecimentos revela o estado de anarquia que se vê hoje no Brasil.

Sem Titulo 17/5/2006-16:56

Hoje uma notícia estarreceu a cidade. Segundo o jornal Folha de São Paulo, o PCC ficou sabendo dos planos pa polícia pois comprou de um funcionário da câmara o depoimento secreto que os delegados do DEIC fizeram na CPI do tráfico de armas. Neste depoimento os delegados revelaram a intenção de isolar os líderes do PCC, pois sabiam que eles planejavam uma megarebelião no dia das mães. O Depoimento tornou-se secreto, já que os delegados descobriram que dois advogados do PCC estavam presentes na sessão. A situação é incômoda desde ontem, quando foi revelado pela imprensa que a onda de ataques e as rebeliões nas cadeias foram encerradas graças a um acordo entre as autoridades estaduais e o PCC. Depois da enorme Pizza que se viu em Brasília, do escândalo dos sanguessugas e do acordo do exército no Rio para reaver armas roubadas por traficantes, o desenrolar dos últimos acontecimentos revela o estado de anarquia que se vê hoje no Brasil.