Ricardinho: O Queridinho De Parreira

Tenho que dar mão a palmatória e admitir que os torcedores corinthianos (leia reportagem aqui) estão certos em seu protesto contra o meia Ricardinho, que joga no clube paulista. Acredito que há meias muito melhores que ele para o técnico da seleção, mas ele foi o escolhido. De certo que, em época de copa do mundo, muitos dos chamados “selecionáveis” costumam se poupar para jogar bem no mundial ou para evitar contusões. Mas o caso de Ricardinho é diferente. Está realmente em má fase. E o que é pior, quando o time do Corinthians precisou de seu toque refinado, falhou. Vamos ponderar que vestindo a camisa da seleção canarinho a história é outra. Mas o certo é que Ricardinho é um jogador instável e portanto, uma aposta de alto risco de Parreira.

Hoje a zebra correu solta na rodada do Brasileirão. Só o São Paulo confirmou seu favoritismo, mas nas coxas. Uma vitória magra diante do São Caetano em casa, que convenhamos, não assusta mais ninguém. O Azulão desbotou e passa a ser apenas mero coadjuvante do campeonato. Quem tá na boa é o Figueirense. Bateu o Inter por 4 a 2 e é o sétimo. O Grêmio mostrou que a vitória sobre o Corinthians na estréia do campeonatonão passou de fogo de palha. Empatou com a Ponte, que também está naquelas, em 1 a 1. Também foi dia das estréias. E os estreantes venceram. Fora de casa, Goiás, com Antônio Lopes e Corinthians com Geninho venceram bem. Goiás 3 a 2 sob o Atlético Paranaense no Sábado, Corinthians 4 a 2 no finalista da Copa do Brasil, o Vasco, no Domingo. E teve o Palmeiras, na estréia de Tite.Ganhou de 2 a 1 do Santa Cruz e trocaram de posição na tabela,deixando a lanterna para a equipe pernambucana.O Fluminense, mesmo jogando mal de acordo com a imprensa, venceu o Santos pelo placar mínimo. E deixou o campeonato na mesma, mas embolado e sem invíctos. Isso é bom. Pois até a 10ª rodada, que termina em 4 de junho, muita água vai passar debaixo da ponte. E pode até ser que a tabela esteja bem diferente da de hoje, na 6ª rodada. É ver para crer.