Sem Titulo 24/3/2007-7:41

Vespera de nada e dia de tudo e vespera de tudo e dia de nada.

A Melhor Do Dia!

Se você tem um micro-system da Aiwa fabricado entre 1996 e 2002 leia isto: http://pt.wikipedia.org/wiki/CCEE você que comprou esse micro-system nesta época e passou na vitrine de uma loja qualquer, tipo Casas Bahia, e olhou que tinha nesta mesma faixa de Preço, um aparelho CCE, que você achava um Lixo, pasme! Pois o aparelho Aiwa e o CCE eram fabricados no MESMO LUGAR!!!

O futuro da música online tem 3 letras: AAC (Advanced Audio Coding). O formato de áudio comprimido, baseado na tecnologia MPEG (pode provir do MPEG-2 como MPEG-2 Part 7 ou do MPEG-4 como MPEG-4 Part 3) com a vantagem de gerar arquivos de áudio menores que os mp3 (que provém do MPEG-1 como MPEG-1 Audio Layer 3) e com a mesma qualidade. Estou testando este formato, ripando um CDcom o CDEX e o resultado é fantástico: um arquivo de música de 5:13 de duração teve um tamanho de arquivo de apenas 3,4 MB, o que em um arquivo de mp3 não caberia em menos de 5 MB. Isto é uma revolução dentro da revolução. Tanto é que o formato AAC é o formato padrão dos tocadores IPod e também o formato mais moderno dos que o originou, o MPEG-4, é o formato padrão dos tocadores HD-DVD e Blu-Ray e também será o codec a ser utilizado no SBTVD-T (Sistema Brasileiro de Televisão Digital – Terrestre), baseado no sistema ISDB (Integrated Services Digital Broadcasting-Sistema Japonês de Televisão Digital).

Que maravilha que é o AAC!

O futuro da música online tem 3 letras: AAC (Advanced Audio Coding). O formato de áudio comprimido, baseado na tecnologia MPEG (pode provir do MPEG-2 como MPEG-2 Part 7 ou do MPEG-4 como MPEG-4 Part 3) com a vantagem de gerar arquivos de áudio menores que os mp3 (que provém do MPEG-1 como MPEG-1 Audio Layer 3) e com a mesma qualidade. Estou testando este formato, ripando um CD com o CDEX e o resultado é fantástico: um arquivo de música de 5:13 de duração teve um tamanho de arquivo de apenas 3,4 MB, o que em um arquivo de mp3 não caberia em menos de 5 MB. Isto é uma revolução dentro da revolução. Tanto é que o formato AAC é o formato padrão dos tocadores IPod e também o formato mais moderno dos que o originou, o MPEG-4, é o formato padrão dos tocadores HD-DVD e BlueRay e também será o codec a ser utilizado no SBTVD-T (Sistema Brasileiro de Televisão Digital – Terrestre), baseado no sistema ISDB (Integrated Services Digital Broadcasting – Sistema Japonês de Televisão Digital).

Com a vitória de Kimi Haikonnen no GP da Austrália e a fantástica recuperação de Felipe Massa (largou em último, terminou em sexto), mostra qual será a toada desta temporada: o domínio ferarista será a constante. O ‘Homem de Gelo’ parece que está bem ambientado ao carro e dominou a etapa australiana desde os treinos. E Massa só não teve sorte, pois o cambio quebrou e depois o motor, e teve que sair na rabeira, mas mostrou sua força: em uma fantástica corrida de recuperação e fazendo apenas uma parada, chegou em sexto (lembrou o fusquinha Herbie, do filme ‘Se meu fusca falasse’). Mas o que estou vendo é que a equipe da Ferrari, em relação aos pilotos, é a melhor da temporada. Inclusive o Massa aprendeu muito com o seu ex-companheiro de equipe: o heptacampeão Michael Schumacher. E digo mais: se Haikonnen e Massa estiverem entrosados, não vai ter pra ninguém nesta temporada. Aliás, a melhor estratégia que uma equipe de formula um é a mesma estratégia de um jogo parceirado de dominó (parece besteira o que digo mas não é). Quem está na dianteira tem que jogar pra si, e quem está atrás tem que atrapalhar os adversários (evitando evidentemente de atrapalhar o parceiro). Obviamente sempre miutas equipes escolhem um piloto, para ser o primeiro, mas seria melhor manter uma saudável concorrência para fazer com que os pilotos rendessem mais, em que o primeiro piloto é o que está na frente.

A reforma ministerial do governo Lula está dando pano para manga. Empossadohá exatos 78 dias, o governo trocou algumas peças, comprou outras, mas a sala ainda não ficou pronta. Os dois grandes desafios dessa reforma são os ministérios do Desenvolvimento e o da Agricultura. No primeiro, Lula queria alguém do empresariado para assumir a pasta, mas todos os empresários que ele convidou recusaram a proposta. Já na Agricultura, o problema é outro: o PMDB, que é o partido que vai assumir a pasta, teve de fazer um recall, já que o ministro que eles indicaram (Odílio Balbinotti), estava com defeito, com pendências na justiça que poderiam complicar a situação dele.Entre os que vão assumir, o destaque da reforma ficou por conta de Marta Suplicy. A ex-prefeita de São Paulo, vai assumir o ministério do Turismo e já tem pretensões de cumprir o caderno de tarefas da FIFA para que o Brasil sedie a copa de 2014, e de preferência, com a final no Morumbi. Inclusive o Lula quis turbinar o ministério para Marta, fazendo com que a Infraero passe a ser subordinada ao turismo, mas a coalizão não deixou. É ver para crer.

Sem Titulo 19/3/2007-6:43

O gol da salvação!

Eram 48 minutos do segundo tempo. O Jogo estava empatado em 1 a 1 e o Corinthians precisava da vitória para manter as chances de classificação para as semifinais do Paulistão 2007. O corinthians estava no ataque e tinha uma falta a cobrar, à esquerda da grande área. Era bola para cruzamento. Cobrada a falta, Daniel Grando, desvia com o pé direito e coloca a bola no ângulo esquerdo do goleiro do Noroeste. Foi o gol da consagração do jovem jogador e foi a salvação do time no campeonato, pois ainda respira, na sétima colocação.

Sem Titulo 19/3/2007-4:33

Aos 48 minutos do segundo tempo, Daniel Grando desvia a cobrança de falta e faz o gol salvador que mantém o Corinthians com chances de classificação no Paulistão 2007.

Terça-feira, 16 de Março de 2004

É revoltante!

Vou começar o meu blog fazendo uma crítica ferrenha ao sistema de modelos do Uol Blog. Eles são muito complicados e passíveis de erro. O que atrapalha a vida do webdesigner que pretende criar um blog com um visual mais personalizado.Sem contar que já é a segunda vez que excluo e recrio meu blog.Fica aqui o meu protesto.


Foi em tom de protesto, que iniciei a blogar, há 3 anos atrás, e coincidentemente hoje, quebrou a barreira dos 4000 page views. Por aqui se falou de tudo, música, política, televisão, internet, esporte e contei aqui a minha visão de mundo. Visão esta que compartilho com vocês por meio deste blog. Agradeço a todos que passaram por aqui, opinaram, criticaram e passaram elogios e espero ver daqui a 7 anos, com mais de 1 milhão de page views, espe blog ainda de pé.Um forte abraço e obrigado pela visita.

Uma derrota maior do que a para o Palmeiras

A derrota do Corinthians para o Palmeiras por 3 a 0, ontem, é muito maior do que se imagina. As razões da péssima fase que o Corinthians atravessa (a vitória sobre o Pirambú pela Copa do Brasil é apenas um lampejo de eficiencia do time) transcende a comissão técnica e os jogadores, que são de nível intermediário ou pior, em sua maioria. A verdadeira culpa pelo mal desempenho da equipe está na diretoria do clube, que além de estar em disputas internas, que mais parece uma fogueira de vaidades, a diretoria do clube é incompetente e está pensando mais nela do que no clube.
Infelizmente, neste país, os dirigentes de clubes, não apenas os de futebol, não possuem uma visão empreendedora, ou seja, não vêem os clubes como empreendimentos, com possibilidades mercadológicas, com potencial de desenvolvimento, como possibilidade de negócios e lucro. Preferem vê-las como instituições beneficientes, que podem ser facilmente manipuladas, sem se preocupar muito com o fisco. Por exemplo, se eu fosse o presidente do São Paulo Futebol Clube, certamente já teria implementado o processo de transformação do Clube em empresa por completo, e faria um IPO para tornar as ações do clube negociáveis na bolsa de valores para capitalizar recursos para novos projetos. Isso o Corinthians poderia fazer também, se a diretoria não tivesse tão pouco compromisso em trazer melhorias para o próprio clube, fazendo uma administração responsável.
Para citar um exemplo, essa mesma falta de visão empreendedora dos clubes, aliada ao descaso governamental e da falta de visão da realidade por parte das faculdades e universidades particulares, impedem de que seja implantada no Brasil uma solução que vem sendo empregada nos Estados Unidos há décadas e que o coloca com o status de potência olímpica. A união entre universidades privadas, clubes esportivos e governo poderia de fato melhorar o nível educacional no país (obviamente se o governo investir pesadamente em educação de base), aumentar o portfólio de esportes praticados no país, e de quebra faria com que clubes e faculdades passem a ter uma oportunidade de negócio viável para baratear as mensalidades das instituições de ensino e livraria os clubes das dívidas, podendo investir na melhoria de suas atividades esportivas. Com o governo indo com os benefícios fiscais, as faculdades privadas com as bolsas e os clubes com as instalações e preparação dos atletas, certamente a um médio e longo prazo o Brasil seria uma potência olímpica, um sonho almejado por atletas e pelo povo brasileiro.
Por isso digo que a culpa da péssima fase do Corinthians nesta temporada, deve-se e muito a péssima gestão do clube, que em vez de investir em seus torcedores, convidando-os a tomar parte de suas decisões, implantando sistemas de sócio-torcedor, capitalizando recursos entre os sócios e investidores nacionais para trazer melhorias para o clube, fizeram o que fizeram, trouxeram investidores de origem duvidosa para tentar fazer algum tipo de trapaça. É fato que o Corinthians tem potencial para se tornar um clube internacional, porém não é, por sua incompetência administrativa.