Sem Titulo 23/7/2007-14:47

Pelo Bem Do Futebol, Saia Dualib!

Albrto Dualib é o exemplo cabal das péssimas administrações dos clubes brasileiros. Além de praticamente vender o Corinthians para a obscura MSI, vive os frutos de sua aventura: péssima fase do Corinthians e a iminente punição (que pode ser dura) pela lavagem de dinheiro e suborno. Mesmo achando que não tem nada a ver com isso, ele tem culpa no cartório pela crise corinthiana que infelizmente vai demorar a sair do parque São Jorge. E para os torcedores de outros clubes, a crise no Corinthians pode significar a perda da qualidade e da força do futebol paulista dentro do cenário Nacional. Pelo bem do Futebol, por favor Saia Dualib!E espero que outros dirigentes da sua laia façam o mesmo, pelo bem do futebol brasileiro.

Não é bairrismo! Após o ocorrido hoje no pan do Rio fica evidente que o povo carioca está decepcionando e não merece ter em casa uma competição do tamanho de uma olimpíada. Brigas, confusões, truculência da guarda nacional, são exemplos notórios que pesam contra a olimpíada de 2016 no Rio de Janeiro. Nem o legado deixado pelo panamericano com uma estrutura excelente são capazes de pesar a favor de uma decisão favoravel. Desde já proponho as autoridades paulistas a voltar a pleitear a candidatura da cidade aos jogos olímpicos de 2016, e se não for possível, a de 2020, já que depois desses lamentáveis incidentes fica cada vez mais difícil a olímpiada ser aqui no Brasil, daqui a 9 anos.

Sem Titulo 22/7/2007-13:19

Acidente da TAM (Voo 3054)

Um avião tenta pousar às 18:45 de Terça-feira, 17 de julho de 2007, no aeroporto de Congonhas, São Paulo. Era um dia chuvoso. Derrapa na pista, atravessa a Av. Washington Luiz e bate contra um posto de gasolina e contra o prédio da TAM Express e explode.O saldo é trágico: além dos ocupantes do avião, entre funcionários, tripulação e passageiros (onde famílias interas sucumbem), outras pessoas em terra foram atingidas num catastrófico número oficial de 192 vítimas fatais. Um triste recorde foi batido. Esse trágico acidente superou o vôo da Gol e tornou-se o mais grave da aviação comercial brasileira. A princípio, a liberação precoce da pista principal do aeroporto, o qual faltava uma última reforma: a colocação de ranhuras na pista para aumentar o escoamento da água em dias de chuva, foi apontado como a causa. Isto responsabilizaria as autoridades como a ANAC e o governo federal pelo acidente.Acompanhei a escalada dessa tragédia pelo rádio, que está de parabéns pela excelente cobertura. Jovem Pan (que abriu espaço na FM para as transmissões AM), Radio BandNews (em conjunto com a Rádio Bandeirantes) e CBN, acompanaram de perto todos os eventos desse triste episódio. E naquele dia, a declaração de uma autoridade, que me deixou mais consternado com a dimensão do acidente foi do Governador de São Paulo, José Serra, que afirmou às 21:00, que a possibilidade de haver sobreviventes no avião era praticamente nula. Mas foi pela televisão, que as investigações sobre as causas do acidente sofreram uma reviravolta. Na noite seguinte, o Jornal Nacional da Rede Globo de Televisão revelou que desde a sexta-feira anterior ao acidente, um dos reversos do avião estava com defeito e poderia ter causado a tragédia. Vídeos do pouso do avião, gravados pelas câmeras do aeroporto foram divulgados e denotaram queo procedimento do pouso foi normal, porém a aeronave não conseguiu parar, fazendo com que o impacto com o edifício fosse a aproximadamente 230 Km/h. A repercussão da reportagem do Jornal Nacional foi enorme. Jornais e sites de notícias veicularam as revelações, com destaque. Mas uma das reações de autoridades, acabou gerando perplexidade: Um ministro e um acessor da presidência comemoraram as revelações, pois antes dessas revelações, o jogo político já tomava conta do cenário, e o governo até então era tido como culpado.Ao meu modo de ver, por ter lido a respeito de outros acidentes aéreos, esse acidente não foi provocado por um fator isolado, mas por uma série de fatores. A começar pela pista curta do aeroporto, pela falta de escoamento da pista, por falhas mecânicas do avião, e até por alguma manobra errada do comandante. Tudo isso em conjunto pode ter sido a causa dessa terrível e infame tragédia. A análise das caixas-pretas do avião vão ajudar a esclarecer o acidente, e evidentemente, as causas e as responsabilidades levarão meses para serem reveladas.Nota (em 23/07/2007) pós-escrito: apenas três dias depois do acidente recebi fotos tiradas pelos próprios bombeiros da tragédia. Essa foto que agora ilustra esse post é a mais leve de todas. As demais são cenas muito impressionantes, que por sinal, por respeito às vítimas e seus parentes e amigos não é conveniente publicá-las.Mas acredito que é possível encontra-las na internet.

Sem Titulo 21/7/2007-17:43

A derrocada brasileira no sub-20 e no pan denotam o colapso do futebol brasileiro

Olá amigos e amigas! Hoje começa a categoria “Minhas impressões”, o qual eu vou escrever aqui o meu ponto de vista sobre os assuntos que estão em discussão hoje em dia.E Hoje começo com a seleção Brasileira de futebol, nas categorias inferiores. O Brasil acaba de perder para o Equador por 4 a 2 no pan e está eliminado. Com a participação pífia no mundial sub-20, o cenário para o futebol brasileiro passa a ser obscuro. Isto porque a maioria destes jovens jogadores que disputaram as duas competições “ainda estão verdes”, ou seja, não ganharam a maturidade suficiente para encararem grandes competições. A causa, segundo os especialistas em futebol, é sem dúvida, o fato de esses atletas se profissionalizarem muito cedo. Lulinha (no Sub-17, prossissional no Corinthians) e William (no Sub-20, colega de Lulinha no Parque São Jorge) e Alexandre Pato (colega de William na Seleção Sub-20 e profissional no Internacional), entre outros, são exemplos disso. O fato de colocar esses atletas muito cedo nas categorias profissionais dos clubes, mesmo que sejam muito habilidosos, está virando marca registrada do início do colapso do futebol brasiliero, o qual não consegue manter seus atletas no país. Além disso, some o calendário brasileiro que não está em sincronia com o calendário futebolístico da maioria dos países, o que faz com que durante competições importantes, como o Campeonato Brasileiro, haja um êxodo de atletas para o estrangeiro, a situação de desordem o qual os clubes brasileiros atravessam, com a falta de profissionalismo nas administrações, corrupção e até lavagem de dinheiro, como foi evidenciado no caso Corinthians-MSI, a violência nos estádios, que ainda não foi contida, a falta de participação da torcida nas decisões dos clubes, a falta de infra-estrutura adequada aos estádios, entre outros problemas graves. Em 2014, o Brasil certamente sediará a Copa do Mundo, e pode acontecer que o país não teria um escrete a altura para o evento. De longe, é possível mudar essa situação, mas as medidas devem ser tomadas de imediato, pois senão, o quadro será dos mais sombrios. Já havia dito há muito tempo que estão matando a galinha dos ovos de ouro no futebol, e pelo visto, essa galinha começa a agonizar.

São Paulo, Segunda-feira, 17 de julho de 2007, quinze para as sete da noite. Susto e pânico na Avenida Washington Luiz, próximo ao aeroporto de Congonhas. Um avião da TAM, que chegava de Porto Alegre, com cerca de 180 pessoas a bordo, derrapa da pista do aeroporto, atravessa a avnida e bate contra o prédio da TAM Express e em um posto de gasolina. Não houve registro de sobreviventes entre os ocupantes do avião. A tragédia chocou o país e bateu o triste recorde do desastre do avião da Gol em setembro do ano passado, onde 154 pessoas morreram, quando o avião da companhia, chocou-se com um Jatinho Legacy em plena Selva amazônica.Em nome dessas vítimas, este blog e seu autor prestam homenagem, e se solidariza com as vítimas, e clama às autoridades civis e aéreas providências para que desastres como este, nunca mais se repitam.

Francês:


Inglês:


Português-Ibérico:


Espanhol:


Português-Brasil (Narração de Luciano do Valle):


Português-Brasil (Narração de Galvão Bueno):


A Casa Caiu Pro Corinthians (e Pode Cair Mais)!

Com a decretação da prisão de Kia e Boris, os homens-fortes da MSI,a casa começa a cair para o Corinthians. As escutas telefônicas reveladas pela imprensa, revelam tramóias para impedir o rebaixamento do Corinthians no Brasileirão do ano passado. É evidente o temor de que se o STJD tiver bom senso e analisar esse caso, aconteça o mesmo que aconteceu na Itália, quando estourou um escândalo de manipulação de Jogos: o rebaixamento e a Suspensão do Corinthians. Isso já aconteceu com o Coritiba em 1987, que fora suspenso por um ano e foi também rebaixado, embora injustamente. Haverá, evidentemente pressão para a CBF punir o Corinthians,o que pode ou não ocorrer. Mas é evidente que um ponto positivo está para acontecer: a queda da administração Dualib, que também está sendo processado pela justiça,entra em processo mais acelerado. O Corinthians nãoé hoje um dos maiores clubes de futebol do mundo por conta das péssimas administrações que teve nos últimos 40 anos. E a mudança pode começar a acontecer agora.

No Se Justifica!

Hoje começam oficialmente os jogos panamericanos no Rio de Janeiro. E também começaram as ondas de protestos contra ele. Grupos populares protestam contra a realização dos jogos que deixaram de lado questões importantes para a cidade, como a saúde, a educação e principalmente a segurança. Na minha opinião esses protestos são exagerados e não se justificam. Um evento de tal magnitude, evidente que requer que todas as condições necessárias, principalmente as de segurança, sejam atendidas, e com o lamentável domínio do tráfico em algumas regiões, seria evidente o que os manifestantes chamam de campanha higienista do governo. Por isso essas manifestações não se justificam e chegam a ser desrespeitosas.

Caro Andre,obrigada por seu e-mail. Gostaria de informar que, alem da criacao do cargo de ombudsman, o UOL criou uma gerencia geral de qualidade, justamente para atacar problemas como os citados em seu e-mail. (Desculpe-me a falta de acentos). Espero que em breve suas sugestoes sejam implementadas.Atenciosamente,Tereza RangelOmbudsman do UOL

Analisando o sistema de recepção PAL-M (o sistema de recepção em cores para televisão adotado pelo Brasil em 1973) vimos algo que por razões técnicas (sendo a principal delas a freqüência da rede elétrica brasileira que é de 60 hz, ao contrário dos países vizinhos que é de 50 hz) acabou por produzir, sem querer, uma tecnologia de televisão de alta qualidade, pois reunia o melhor dos dois universos: a forma de processamento e transmissão das informações de cor do Sistema Pal europeu, com a taxa de atualização de quadros por segundo do sistema NTSC americano, chegando a ser similar ao PAL-60 (chamado de pseudo-PAL, pois permitia somente que vídeos em NTSC, pudessem ser exibidos em equipamentos PAL). Em termos de qualidade e definição de imagem, a televisão brasileira está na dianteira e consegue até ser superior à qualidade de TV americana, mesmo com os avanços de controle de matiz do sistema NTSC, tornando tecnicamente o PAL-M, como o melhor sistema de recepção analógica em cores atualmente. Porém, já é sabido de todos que a TV analógica no país começa a se despedir de nossos lares, e isto já está para começar em São Paulo, no dia 02 de dezembro. E mais uma vez, o Brasil caminha para a vanguarda em televisão, mesmo que sem querer. O Sistema ISDB (International System for Digital Broadcast), de origem japonesa foi o sistema escolhido, pois segundo as justificas técnicas, era o mais adequado para a realidade brasileira e também era compatível para celulares e dispositivos móveis (a realidade é outra que em breve explicarei), mas com as tecnicas de compressão de áudio e vídeo mais avançadas que o padrão japonês (os codecs a serem utilizados são o AAC para áudio e MPEG-4 para vídeo). O sistema brasileiro inclusive foi rebatizado para se tornar for export: de SBTVD-T (Sistema Brasileiro de TeleVisão Digital – Terrestre) para ISDTV (International System for Digital TV). Tanto é que as chances de acontecer o que acontecer com o padrão PAL-M (se resumir a apenas dois outros países nanicos a adotar o padrão) são pequenas, visto que outros países comaçam a ver o novo padrão de TV Digital made in Brazil com bons olhos.