Vergonha

48 horas de vergonha. Da absolvição do fazendeiro que mandou matar Dorothy Stang à prisão do Casal Nardoni, o país vive uma vergonha absoluta. Nunca vi a justiça ser criticada até mesmo pela própria justiça como foi nesse segundo julgamento da missionária que foi brutalmente assassinada em Anapu. Isso mostra mais uma vez que a justiça brasileira continua aristocrática, omissa e pregadora da impunidade. E parte do julgamento da missionária para o pré-julgamento dos Nardoni, que são acusados de matar e arremessar a menina Isabella. A prisão do casal, estampado em todos os jornais, revistas, rádios e canais de TV refletem o espetáculo dantesco e do circo que se formou em torno da tragédia. É vergonhoso e nojento ver tudo isso e os reflexos que isto trazem à sociedade.