Que Golaço, Hein Acosta!?

Troca de passes da equipe corinthiana, aos 14 minutos do segundo tempo. Da intermadiária, Alessandro, esboça um chute, mas blefa e lança a bola para Éverton, na lateral esquerda, que ao ver André Santos próximo à área, faz o passe à meia altura. Inteligentemente, ao perceber Alessandro correndo em disparada, com um leve toque o aciona para a linha de fundo que como um raio, avança e faz um cruzamento rasteiro. Na área estava Acosta. Desacreditado e até hostilizado pela torcida, mal saberia que em uma fração de segundo o descrédito se transformaria em redenção. Mesmo marcado, não perdeu a oportunidade de, com um toque de letra, desarmar como um especialista, toda a arapuca armada pela defesa do Paulista de Jundiaí, marcando um gol de placa.Desse lance podemos tirar as seguntes conclusões:

  • Quando entrosar, a equipe será um adversário difícil de ser batido.
  • A principal arma da equipe será o jogo pelas laterais.
  • O tempo que esse entrosamento levará para ocorrer será mais curto do que o esperado.
  • A equipe corre por fora, mas desponta como favorito, pelo menos às semifinais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s